Tito 1:9 - Apegado à palavra fiel, a qual é segundo o ensinamento dos apóstolos, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo ensinamento saudável como para convencer os que se opõem. (RV)

Siga para a seguinte seção neste artigo:

Falar a Todo o Corpo de Cristo

Um irmão dissidente, que está usando todos os meios de que dispõe ao lutar para depreciar os irmãos que ministram como cooperadores entre as igrejas, ataca o irmão Ron Kangas por causa de uma afirmação que ele fez no seguinte parágrafo na reunião ministerial de quarta-feira à noite, na primavera de 2001, no treinamento de tempo integral em Anaheim:

Não podemos desfrutar Cristo como a boa terra sem o Corpo. Precisamos ser um com o Corpo para lutar pela terra, para possuí-la e partilhar nossa porção dela (Nm 32:1-32; Js 22:1-9). Uma igreja local específica, como tal, não pode possuir o Cristo todo-inclusivo. As cinqüenta e tantas igrejas no sul da Califórnia não são suficientes para possuir o Cristo todo-inclusivo. Precisamos do Corpo todo, a igreja universal inteira em unidade. Isso é um fato. Precisamos aprender a ter a vida da igreja em dois níveis simultaneamente: o nível de seguir a orientação do Senhor em nossa cidade a fim de cuidar da situação local e o nível de seguir a orientação do Senhor no Corpo universalmente. As sete vezes por ano que nos ajuntamos são para o Corpo universal, para o falar a todo o Corpo e para a orientação do Senhor a todo o Corpo. Qualquer lugar que desvalorize esses ajuntamentos faz isso correndo seu próprio risco espiritual e indica que não conhecem os dois níveis do edifício de Deus segundo Efésios 2. Eles se importam com seu lugar, mas não se importam com a igreja universal. (Ron Kangas, "Possessing the Good Land," The Ministry Magazine, vol. 7, no. 9, p. 169) [o trecho em itálico é o citado pelo irmão dissidente]

Segundo esse dissidente, o irmão Ron cometeu um erro sério dizendo que falar em conferências e treinamentos internacionais é para todo o Corpo. Segundo a palavra desse dissidente, falar a todo o Corpo é impossível, já que o Corpo de Cristo inclui todos os crentes sem limites de tempo e espaço. Ele então cita como prova a seguinte afirmação do irmão Nee: "... ninguém pode falar de uma vez a todos os filhos de Deus em todo o universo. Só é possível falar uma vez aos crentes vivendo num único lugar." Ele então declara num tom indignado: "Ainda assim esse 'Cooperador Entremesclado' proclama fazer o que o irmão Nee diz ser impossível: falar a todo o Corpo universal de Cristo!" O dissidente não diz a seus leitores que o contexto do falar do irmão Nee não foi a liberação do ministério do Novo Testamento, mas um crente falando à sua igreja local acerca das "dificuldades" que ele está tendo com outro crente na mesma igreja local:

"E, se ele recusar ouvi-los, dize-o à igreja" (Mt 18:17). A palavra "igreja" é usada aqui num sentido bem diferente do em Mateus 16:18. A esfera da igreja mencionada aqui é claramente não tão ampla como a esfera da Igreja mencionada na passagem anterior. A Igreja ali é uma Igreja que nada sabe de tempo ou lugar, mas a igreja aqui é obviamente limitada tanto pelo tempo como pelo espaço, por isso pode ouvir o que você fala. A Igreja mencionada no capítulo 16 inclui todos os filhos de Deus em cada cidade, enquanto a igreja mencionada no capítulo 18 inclui somente os filhos de Deus vivendo numa cidade, e isso porque é limitada a um lugar, onde você pode contar suas dificuldades aos crentes que a compõem. Obviamente, a igreja aqui é local, não universal, porque ninguém pode falar de uma vez a todos os filhos de Deus em todo o universo. Só é possível falar uma vez aos crentes vivendo num único lugar porque ninguém pode falar de uma vez a todos os filhos de Deus em todo o universo. Só é possível falar uma vez aos crentes vivendo num único lugar. ( The Collected Works of Watchman Nee, vol. 30, pp. 51-52) (As palavras em itálico foram as citadas pelo irmão dissidente.)

O Falar de Deus É para Todo o Corpo

Esse irmão dissidente inexplicavelmente negligencia a palavra mais aplicável do irmão Nee sobre isso, na qual ele explicitamente afirma que o falar de Deus é "para todo o Corpo":

...A Cabeça é um com os membros, e os membros são um com os outros membros. Paulo aprendeu essas duas lições desde o início. Ele viu a vida do Corpo desde o primeiro dia. Por causa disso ele estava apto a renunciar a seu ego e aceitar a comissão da obra, e mais tarde isso também o habilitou a comissionar outros para a obra. Isso nos mostra que o falar de Deus não é dirigido a indivíduos, mas a todo o Corpo. (The Collected Works of Watchman Nee, vol. 57, p. 108) [ênfase acrescentada, e assim também por todo o restante deste artigo]

Em um tom semelhante, o irmão Lee freqüentemente falava das reuniões ministeriais em geral e dos treinamentos em particular como oportunidades de injeção de vida e verdade para o Corpo inteiro. Sua visão foi que sejam quais forem as riquezas de Cristo que uma igreja local experimente, tais riquezas não são apenas para aquela igreja mas para o Corpo todo, que na prática significa para todas as outras igrejas locais.

Suponha que as igrejas em determinado lugar mantenham a atitude de, como igrejas locais independentes, desejarem prosseguir por si mesmas e ter nada a ver com outras igrejas. Aos olhos do Senhor, elas podem se tornar seitas locais. Todas as igrejas devem se apegar a Cristo, ser ajustadas umas às outras e crescer juntas como um templo santo no Senhor. Quando as igrejas estão mutuamente ajustadas, quaisquer que sejam as riquezas que forem experimentadas por uma igreja, serão espontaneamente transfundidas em todas as demais. Por exemplo, um médico pode injetar algo no braço de uma pessoa, mas o elemento injetado logo é transfundido por todo o corpo da pessoa. Nessa maneira, o corpo todo recebe o benefício da injeção. Que tolice seria certos membros do corpo considerar a injeção como somente para si mesmos! Tudo o que uma igreja recebe é para o Corpo todo. Por isso, não devemos tentar confinar qualquer experiência de Cristo à nossa cidade. Temos de perceber que tudo que recebemos de Cristo é para ser transfundido no restante do Corpo. ( Estudo-Vida de Efésios, p. 843)

Tanto o irmão Nee como o irmão Lee falaram muitas vezes do Corpo todo em termos que só poderiam ser aplicados na prática por todas as igrejas locais no único Corpo de Cristo na terra hoje. Se seguirmos a análise falha do dissidente, precisamos certamente rejeitar o falar deles e até mesmo a linguagem pela qual a própria Bíblia fala da edificação do Corpo de Cristo universal.

O Irmão Nee

Na última fase do seu ministério, o irmão Nee falou repetidamente da necessidade do serviço para "todo o Corpo". No contexto, seu uso de "todo o Corpo" nessas passagens se aplica tanto a todos os membros de uma igreja local específica como a uma manifestação local do único Corpo de Cristo, ou para todos os santos em todas as igrejas locais:

... Que todos tenhamos um coração para servir duas ou três horas na igreja cuidando dos assuntos de Deus, servindo-O e servindo ao Seu povo de modo que todo o Corpo avance. Nunca faça da obra a sua própria. Precisamos de todo o Corpo para trabalhar aqui e aprender lá. Por isso, precisamos de irmãos e irmãs que venham e estejam no exercício do dever para cuidar dos assuntos. ( The Collected Works of Watchman Nee, vol. 51, p. 114)

O Corpo Todo Servindo É a Maior Restauração Hoje em Dia

Temos de ver que se aqueles de um talento não se levantarem para servir, não há como a igreja prosseguir. O sacerdócio é universal. Essa é a maior restauração deste século. Muitas pessoas pensam que a questão do serviço é a obra de poucas pessoas, mas o verdadeiro serviço envolve todo o Corpo. Enquanto essa questão não for totalmente restaurada, temos de continuar falando. ( The Collected Works of Watchman Nee, vol. 57, p. 114)

Que o Senhor abençoe a igreja em Hong Kong e nos conceda a graça de aprender submissão. Que todos aprendamos os princípios espirituais de modo que todo o Corpo aprenda a servir em coordenação. ( The Collected Works of Watchman Nee, vol. 62, p. 439) 1

Se esse irmão dissidente de fato creu em seu próprio raciocínio deturpado, ele também vai condenar o irmão Nee. Como pode "todo o Corpo" se levantar para funcionar, quando muitos já morreram? Como pode "todo o Corpo" "aprender a servir em coordenação" se alguns estão vivendo e alguns estão mortos? Será que o irmão Nee de fato esperava que todos os cristãos, incluindo aqueles no catolicismo romano e nas denominações e nos grupos livres, se levantassem para funcionar? Ou o irmão Nee estava negando que o Corpo de Cristo místico inclui todos os crentes no catolicismo e protestantismo? Todas essas proposições são absurdas e ainda assim constituem o resultado lógico da tentativa artificial desse irmão dissidente de impor a definição de "todo o Corpo" como sendo "todos os crentes a despeito do tempo e espaço", sempre que o termo for usado.

O Irmão Lee

A última fase do ministério do irmão Lee foi destacada por uma ênfase para entrar na realidade do Corpo de Cristo como o objetivo da prática das igrejas locais. Em sua última conferência pública, a conferência de língua chinesa em fevereiro de 1997, ele equiparou o mesclar de todo o Corpo de Cristo à comunhão mútua entre as igrejas.

Precisamos ter a realidade da comunhão e do mesclar do Corpo de Cristo. Senão, não importa o quanto busquemos e quão simples e humildes sejamos, mais cedo ou mais tarde haverá problemas, até mesmo divisões, em nosso meio. Por causa disso precisamos ser governados pela visão do Corpo e seguir os passos do apóstolo introduzindo todos os santos em todas as igrejas na vida mesclada de todo o Corpo de Cristo. ( The Experience of God's Organic Salvation Equaling Reigning in Christ's Life, p. 71)

Isso se ajusta ao seu falar no treinamento de presbíteros em meados dos anos oitenta, no qual ele expressou a necessidade de que as igrejas locais considerassem o efeito de receber um ministério diferente de "o ministério geral" entre as igrejas como uma questão que afeta todo o Corpo:

Deixem-me citar outra ilustração para mostrar que alguma coisa feita por uma igreja local pode não ser uma questão meramente local, mas pode ser relativa a todo o Corpo. Para uma igreja local receber um ministério que seja diferente do ministério geral que produz as igrejas, estabelece-as e ainda as está edificando afeta todo o Corpo.... ( Treinamento de Presbíteros, Volume 4: A Prática da Restauração do Senhor, p. 33)

Quando o irmão dissidente condena Ron Kangas, ele também está condenando os irmãos Nee e Lee. Com base no contexto do falar do irmão Lee acima, alguém poderia dizer que "todo o Corpo" se refere a todas as igrejas locais genuínas na terra hoje como as expressões práticas do Corpo de Cristo. Isso é até mais evidente no seguinte extrato:

Fazer uma pequena diferença entre sua igreja local e as outras igrejas é uma coisa séria. Podemos ver um exemplo disso olhando para o nosso próprio corpo físico. Se um médico cuida somente do braço de seu paciente, esse cuidado pode prejudicar o corpo todo. Um bom médico ou cirurgião nunca faz coisas dessa forma. Tudo o que ele faz, faz considerando o corpo inteiro. Esse é um medico adequado, senão, você pode pensar que está curando uma pessoa mas depois de duas horas, ela morre por causa de sua "cura". Igualmente, em tudo precisamos considerar todo o Corpo. Precisamos também levar em consideração que tipo de impressão vamos deixar aos cristãos para o futuro. ( Treinamento de Presbíteros, Volume 4: A Prática da Restauração do Senhor, p. 68)

O irmão Lee aqui começa falando sobre "todas as igrejas" e conclui dizendo que precisamos "considerar todo o Corpo". Segundo o contexto, considerar o Corpo todo é considerar o efeito de tornar "sua igreja local diferente de todas as igrejas".

Nessa passagem, o irmão Lee também diz que além de considerar todo o Corpo, precisamos considerar "os cristãos para o futuro". Segundo a verdade que o único Corpo de Cristo universal inclui todos os crentes sem considerar tempo e espaço, não inclui os cristãos no futuro com parte também de "todo o Corpo"? Está claro no contexto que o que o irmão Lee queria dizer com "todo o Corpo" é todas as igrejas locais na terra hoje e que seu uso de "todo o Corpo" não tem a conotação de uma maneira exclusiva mas simplesmente dirige-se àqueles que buscam experimentar a prática da vida do Corpo nas igrejas locais.

A Bíblia

As expressões usadas por Watchman Nee, Witness Lee e Ron Kangas são também consistentes com a linguagem da Bíblia, especificamente com as epístolas do apóstolo Paulo.

Ef. 4:11-12 - [11] E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, [12] com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo.

Ef. 4:16 - de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.

Cl. 2:19 - e não retendo a cabeça, da qual todo o corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus.

Ef. 2:21-22 - [21] no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, [22] no qual 2também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.

nota de rodapé 2:22 2 - Também indica que o edifício no versículo 21 é universal e que neste versículo é local. Universalmente, a igreja é somente uma e está crescendo universalmente. Localmente, a igreja numa cidade específica também é uma e os santos locais estão sendo edificados em sua cidade específica.

Em Efésios 4:16, o apóstolo Paulo escreveu que "todo o Corpo" cresce a partir da Cabeça mediante o auxílio de cada junta com o rico suprimento, e segundo a justa cooperação de cada parte. Esse crescimento visa a edificação do Corpo em amor. "Pelo auxílio de cada junta" aqui se refere aos membros dotados no Corpo (v. 11), "com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço" (v. 12) de modo que podem operar conforme a justa cooperação "de cada parte" (v. 16) visando a edificação do Corpo. O ponto marcante é este: Embora o "auxílio de cada junta" e "cada parte" exista dentro das limitações do tempo e do espaço, seu funcionamento resulta na edificação de "todo o Corpo", para a edificação de si mesmo.

O versículo 16 indica que o crescimento não é para indivíduos, mas para o Corpo. Qualquer crescimento que não seja para o Corpo não é genuíno. As palavras "cada parte" se referem a cada membro do Corpo. Cada membro do Corpo de Cristo tem sua própria medida, e essa medida opera visando o crescimento do Corpo. O Corpo efetua seu próprio aumento mediante o auxílio de toda junta e cooperação de cada parte. Tanto as juntas como cada parte sozinha com sua respectiva medida são necessárias para a igreja edificar a si mesma. O crescimento do Corpo é o aumento de Cristo na igreja. Isso resulta no Corpo edificando a si mesmo.

A. Auxílio de Cada Junta

Neste versículo Paulo fala do "auxílio de cada junta". Isso se refere às pessoas particularmente dotadas, tais como aquelas mencionadas no versículo 11. O artigo antes da palavra grega traduzida como "auxílio" é enfático. Ele indica que o auxílio deve ser um auxílio específico: o de Cristo. Como líderes, os apóstolos, profetas, evangelistas e pastores e mestres têm o auxílio, o auxílio específico... ( Estudo-Vida de Efésios, p. 432)

Em Efésios 2:21-22, Paulo fala tanto dos aspectos universais como locais da edificação da igreja.

À medida que os crentes experimentam a dispensação da Trindade Divina corporativamente, vivendo na igreja, eles são edificados nela. Referindo-se a Cristo, a pedra de esquina, Paulo em Efésios 2:22 diz: "No qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito." A palavra "estais" se refere aos santos locais. Além disso, a palavra "também" indica que a edificação nesse versículo é local. Segundo o contexto, a habitação de Deus em 2:22 é local, ao passo que o santo templo no versículo anterior é universal. No versículo 22, Paulo está dizendo que os santos locais, os santos em Éfeso estavam sendo edificados juntos em Cristo como habitação de Deus. Por isso, nos versículos 21 e 22, Paulo aborda tanto o aspecto universal como local da igreja. Todo o edifício está crescendo, o que se refere ao aspecto universal. Os crentes em determinada cidade estão sendo edificados juntos - esse é o aspecto local. ( The Conclusion of the New Testament, Messages 157-171, p. 1773)

O versículo 22 diz: "No qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito." A palavra "estais" aqui, que se refere ao santos locais, indica que a edificação no versículo 21 é universal e que o edifício no versículo 22 é local. Nesse versículo, Paulo estava dizendo que os santos locais, os santos em Éfeso, estavam sendo edificados juntos em Cristo como habitação de Deus. Por isso, nesses versículos Paulo abordou tanto o aspecto universal como o aspecto local da igreja. Todo o edifício está crescendo, o que se refere ao aspecto universal. Os crentes em determinada cidade estão sendo edificados juntos: esse é o aspecto local.

...Afora o templo universal, não há outro templo chamado templo local. O templo e a habitação se referem aos dois aspectos da mesma coisa.... ( Estudo-Vida de Efésios, p. 237)

Embora o povo de Deus esteja limitado ao tempo e ao espaço, tanto seu operar na edificação do Corpo de Cristo como a edificação de si mesmo visam a edificação de uma realidade mística que não está limitada ao tempo e ao espaço. Visa "todo o Corpo" (Ef 4:16) e "todo o edifício" (Ef 2:21). Assim, o ministério do Espírito e o falar de Deus mediante o ministério da Palavra não é algo que visa simplesmente os ouvintes diretos, limitados a um tempo a um espaço particular. Será que os dissidentes afirmariam que o falar de Deus durante a restauração da verdade da justificação na época de Martinho Lutero era somente para aquele tempo e aquele lugar? Como então poderia ser diferente em princípio, a restauração das verdades relativas à economia de Deus para edificar o Corpo de Cristo mediante o Seu divino dispensar para culminar na Nova Jerusalém?

Além disso, o ministério da restauração do Senhor sempre ensinou que as verdades que desfrutamos e a vida da igreja que praticamos não são para nós mesmos mas também para todos os crentes e que precisamos buscar ser fiéis ao lidar com o que o Senhor nos confiou visando a edificação de todo o Seu Corpo. A argumentação dos dissidentes de que o falar nas conferências e treinamentos internacionais visa somente os presentes lá é ainda mais absurda ao considerarmos que o falar é registrado e divulgado para todas as igrejas ao redor do globo.

Coletivamente, as Igrejas Locais São a Igreja Universal

A crítica do dissidente contra o irmão Ron Kangas aparece em um artigo no qual ele ataca outro cooperador por equiparar a igreja universal como Corpo de Cristo às igrejas locais. Ele afirma que "tal divergência da verdade bíblica acerca do Corpo, como nos foi transmitida pelos irmãos Nee e Lee, podem ter sérias conseqüências." Como já enfatizamos no artigo "Será que Minoru Chen 'Foi além do que Está Escrito'?", o irmão Lee usou os termos "o Corpo" e "a restauração" de modo intercambiável ao falar da prática do Corpo de Cristo percebida em todas as igrejas locais. Ele também declarou especificamente muitas vezes que a igreja universal é composta de todas as igrejas locais. Por exemplo:

Rm. 16:4 - Os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as 3igrejas dos gentios.

nota de rodapé 16:4 3 - O Corpo de Cristo como a igreja universal é único (Ef 1:23; 4:3). Quando essa igreja universal aparece em muitas cidades na terra, ela se torna as muitas igrejas. Por isso, esse versículo se refere às igrejas. As igrejas existem em diversas cidades para que todos os santos possam viver a vida da igreja e ter a prática da igreja na cidade onde estão.

Ap. 1:4 - João, às sete igrejas que se encontram na 2Ásia, graça e paz a vós outros, da parte daquele que é, que era e que há de vir, da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono.

nota de rodapé 1:4 2 - A Ásia era uma província do antigo Império Romano, e naquela província havia as sete cidades mencionadas no versículo 11. As sete igrejas estavam naquelas sete cidades respectivamente. Elas não estavam todas numa única cidade. Esse livro não lida com uma igreja universal mas com as igrejas locais em muitas cidades. Primeiro, em Mateus 16:18, a igreja é revelada como universal, e depois, em Mateus 18:17, é revelada como local. Em Atos, a igreja foi praticada na forma de igrejas locais, tais como a igreja em Jerusalém (At 8:1), a igreja em Antioquia (At 13:1), a igreja em Éfeso (At 20:17) e as igrejas nas províncias da Síria e Cilícia (At 15:41). As Epístolas foram escritas às igrejas locais, com exceção de umas poucas que foram escritas a indivíduos. Nenhuma foi escrita à igreja universal. Sem as igrejas locais, a igreja universal não tem prática nem realidade. A igreja universal é percebida nas igrejas locais. Conhecer a igreja em seu aspecto universal precisa culminar em conhecer a igreja em seu aspecto local. É-nos um grande avanço conhecermos e praticarmos as igrejas locais. Acerca da igreja, o livro de Apocalipse está num estágio avançado. Para conhecermos esse livro, precisamos avançar, da compreensão da igreja universal para a percepção e prática das igrejas locais porque esse livro foi escrito para as igrejas locais. Somente aqueles que estão nas igrejas locais estão corretamente posicionados, com o ângulo certo e a perspectiva adequada para ter as vislumbrar as visões neste livro.

O Deus Triúno é expresso em Cristo (Jo 1:1, 14; 1Tm 3:16; Cl 2:9); Cristo é substantificado e experimentado como o Espírito (Jo 14:16-18; 1Co 15:45; 2Co 3:17; Rm 8:9; Fp 1:19) e é expresso em Seu Corpo, a igreja universal (Ef 1:22-23; 1Co 12:12; Ef 4:4) e a igreja universal é expressa nas igrejas locais. Por isso, para conhecer e experimentar Deus, precisamos conhecer e experimentar Cristo. Para conhecer e experimentar Cristo, precisamos ter parte na igreja universal mediante o Espírito. Para participar na igreja universal precisamos participar nas igrejas locais.

Todas as Igrejas Locais São a Única Igreja Universal

Somente o fato de um grupo de crentes estarem se reunindo em sua cidade não significa que o Corpo está lá. Hoje nesta terra, há muitos grupos cristãos. Você pode pensar que sua igreja local nada tem a ver com outras igrejas e nem deve ter qualquer ligação com as demais. Essa maneira de pensar isola sua igreja local, tornando-a não mais parte do Corpo de Cristo. O Corpo é único em todo o universo. Pode haver milhares de igrejas locais, mas ainda há somente um Corpo. Todas as igrejas são para a única igreja universal, o único Corpo de Cristo. ( Further Consideration of the Eldership, the Region of the Work, and the Care for the Body of Christ, pp. 14-15)

...Não pensem que as igrejas locais sejam um lado diferente e o Corpo de Cristo seja outro lado diferente. Esses dois lados formam uma única entidade. Eles se referem à mesma coisa. O Corpo de Cristo é único no universo, mas precisa de uma expressão na terra. Essas expressões na terra são as igrejas locais. As igrejas locais são o Corpo de Cristo e o Corpo de Cristo é as igrejas locais.... ( The Crystallization-study of the Epistle to the Romans, Messages 1-17, p. 5)

Todas as Igrejas Locais Compõem o Único Corpo de Cristo no Universo

Todas as igrejas locais compõem o único Corpo de Cristo no universo (Ef 4:4). Cada igreja local é uma parte desse Corpo universal, uma expressão local desse único Corpo. Pode haver milhares de igrejas locais, mas juntas elas constituem a única igreja universal. A igreja universal é o único Corpo de Cristo e todas as igrejas locais são simplesmente as expressões locais desse único Corpo. ( The Conclusion of the New Testament, Messages 189-204, p. 2156)

A igreja de Deus, como o Corpo de Cristo vivo, necessita das igrejas locais para sua existência e para levar a cabo sua função na prática. Na verdade, as igrejas locais compõem o Corpo de Cristo e este é todas as igrejas locais. ( A Brief Presentation of the Lord's Recovery, p. 30) 2

Todas as igrejas locais são parte da igreja universal, não são algo acrescentado a ela ou algo fora dela. Todas as igrejas locais juntas equivalem à igreja universal. Isso quer dizer que fora das igrejas locais, não há igreja universal. Por causa disso a edificação da igreja local equivale à edificação da igreja universal. Todas as igrejas locais têm apenas uma edificação. A igreja em Anaheim não tem uma edificação; a igreja em Chicago, outra e a igreja em Nova Iorque, outra ainda. Entretanto, o nosso conceito natural de edificação é que há uma edificação diferente em cada cidade. Neste universo, há apenas uma edificação com um aspecto universal e um local. Não importa quantas igrejas existam na terra; ainda existe somente uma edificação com esses dois aspectos. ( Estudo-Vida de Efésios, p. 269)

Neste sentido, o "Corpo de Cristo" se refere a todas as igrejas locais como representantes do Corpo místico de Cristo manifestado nas cidades por toda a terra atualmente. Tanto o Corpo universal de Cristo como as igrejas locais são inclusivas. O Corpo de Cristo universal inclui todos os crentes. Uma igreja local inclui todos os crentes numa cidade. Entretanto, há a necessidade de alguns tomarem a posição de praticar tanto a igreja local como a comunhão universal do único Corpo de Cristo. Desde o início da restauração do Senhor em nosso meio nos anos vinte, o objetivo central foi de restaurar a realidade e a prática do Corpo de Cristo segundo o padrão bíblico de uma igreja em cada cidade com cada igreja adequadamente relacionada com as outras igrejas locais na comunhão do único Corpo.

O Princípio do Remanescente

Numa Conferência em Cleveland, em 1977, o irmão Lee se referiu à volta das igrejas locais à base da unidade para praticar a vida do Corpo segundo o padrão do Novo Testamento como sendo o "Corpo restaurado", com base no princípio do remanescente:

Dt. 12:5 - mas buscareis o lugar que o S ENHOR, vosso Deus, escolher de todas as vossas tribos, para ali pôr o seu nome e sua habitação; e para lá ireis.

Ed. 1:2-3 - [2] Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O S ENHOR, Deus dos céus, me deu todos os reinos da terra e me encarregou de lhe edificar 1uma casa em Jerusalém de Judá. [3] Quem dentre vós é, de todo o seu povo, seja seu Deus com ele, e suba a Jerusalém de Judá e edifique a Casa do S ENHOR, Deus de Israel; ele é o Deus que habita em Jerusalém.

nota de rodapé 1:2 1 - A intenção específica da restauração de Israel do cativeiro foi para reconstruir o templo como casa de Deus na terra entre Seus eleitos e para re-estabelecer o reino de Deus na terra visando o cumprimento da economia eterna de Deus. Igualmente, a intenção específica da restauração da igreja do Senhor nesta era, é ter todos os santos juntos em suas cidades para serem edificados juntos como a casa de Deus em muitas cidades (Ef 2:22 e notas; Ap 1:11 e nota). Por meio de tal casa, Deus terá Seu reino para levar a cabo Sua economia.

O Corpo é um. Alguns cristãos podem argumentar conosco e dizer: "Vocês dizem que o Corpo é um, mas ele está dividido. Como pode ser o único Corpo?" Não dizemos que somos o único Corpo, mas que somos o Corpo restaurado. Pelo menos, somos a parte restaurada do Corpo.

Veja a ilustração dos filhos de Israel no Antigo Testamento. Em Deuteronômio 12, 14, 15 e 16, o Senhor os incumbiu repetidas vezes de adorá-Lo no único centro, que preservava a unidade do povo de Deus. Por fim, muitos foram capturados e alguns levados à Síria, outros para o Egito e o restante para Babilônia. Assim, eles foram capturados e divididos. Ser dividido significa ser capturado. Hoje, quase todos os cristãos foram capturados, alguns para serem a denominação presbiteriana, outros para serem a denominação batista e muitos para serem a Igreja Católica. Quando os filhos de Israel foram dispersos e espalhados, sua unidade foi perdida. Depois de setenta anos, Deus ordenou que eles voltassem a Jerusalém, mas segundo a história, somente um pequeno remanescente voltou sob a liderança de Esdras, Zorobabel e Neemias. Eles formavam um grupo de israelitas restaurados. Depois da volta de Babilônia, havia quatro grupos: um na Síria, um no Egito, um em Babilônia e outro na terra santa. Aparentemente, cada grupo era uma divisão, mas embora os grupos no Egito, Síria e Babilônia fossem divisões, o grupo dos restaurados em Jerusalém não eram uma divisão. Sim, eles eram um grupo, mas não era uma divisão; antes, era o Israel restaurado. De modo semelhante, nós na restauração do Senhor somos o Corpo restaurado. ( The Spirit and the Body, pp. 182-183)

O irmão Lee prossegue dizendo nessa passagem que somente aqueles que voltaram para a base adequada podiam ser considerados como a nação de Israel, embora fossem uma pequena minoria de todos os judeus na terra naquela época. Na Bíblia, há tal princípio do remanescente do povo do Senhor voltar para a base adequada de modo que Deus possa cumprir Seu propósito numa era específica. Quando Watchman Nee, Witness Lee e Ron Kangas usam o termo "todo o Corpo" em referência às igrejas na restauração do Senhor, é nesse sentido.

Comportando-nos como Membros do Único Corpo

Entender que todas as igrejas locais compreendem um único Corpo não nega que todos os crentes em Cristo são membros do único Corpo de Cristo místico, mas isso quer dizer que todos os santos e todas as igrejas na restauração do Senhor devem se comportar como um único Corpo.

Todo o relato do livro de Atos também nos mostra um grupo de pessoas que sempre agiu como o Corpo. Desde o primeiro capítulo, nem Pedro, nem João, nem aquela grupo de cento e vinte pessoas agia individualmente; antes, todas as ações desse grupo de pessoas eram as ações do único Corpo. Os cento e vinte oraram juntos unânimes e receberam o batismo no Espírito Santo, pregaram o evangelho, deram testemunho de Jesus e sempre se moveram e agiram como o único Corpo (1:14; 2:1, 4, 14, 46-47). Do capítulo um até o capítulo vinte e oito, as ações desse grupo de pessoas eram as ações do único Corpo. ( A General Sketch of the New Testament in the Light of Christ and the Church, Part 1, p. 90)

Posso testificar pelo menos por mim mesmo e pelo meu irmão maior, o irmão Watchman Nee. Nós sempre nos comportamos, agimos e atuamos na restauração como um só Corpo. É por isso que a restauração do Senhor pôde existir nesta terra nos aproximadamente setenta anos passados. Não temos qualquer organização para manter qualquer coisa, mas a restauração ainda está aqui. Ela ainda existe e foi preservada pelo princípio do Corpo. Enquanto estava ministrando a palavra, freqüentemente ponderava sobre o irmão Nee. Refletia sobre o que ele dizia. Não gostava de dizer nada que contradissesse seu ministério. Se tivesse falado de uma forma contraditória, onde estaria a restauração hoje? Precisamos conhecer o Corpo. ( The Issue of the Dispensing of the Processed Trinity and the Transmitting of the Transcending Christ, p. 91)

O Verdadeiro Resultado

Esse irmão dissidente não diz aos seus leitores que ele está associado a um grupo de obreiros que realizam seus próprios treinamentos e conferências ao mesmo tempo e rivalizando com as conferências e treinamentos internacionais na restauração do Senhor. Dessa forma, muitos dos santos nas igrejas onde esses obreiros trabalham são impedidos de receber o falar do Senhor nas reuniões internacionais e de se mesclar com outras igrejas e santos. Por meio dessa prática, o pequeno grupo de obreiros dissidentes procura colocar suas igrejas em seu próprio bolso. 3 E ainda assim, esse irmão dissidente tem a audácia de acusar os outros de não se conduzirem de uma maneira transparente!

Mesmo se fôssemos adotar a premissa do dissidente de que falar a todo o Corpo de Cristo é impossível, o falar do Senhor mediante Seu ministério nas reuniões internacionais das igrejas ainda será para todas as igrejas na terra hoje, incluindo a igreja onde esse dissidente se reúne. O dissidente espera deter os santos e as igrejas com essa comunhão e minar o coração dos santos para com essas reuniões por intermédio de seus ataques contínuos contra os cooperadores. Que vergonha ele tentar esconder sua verdadeira intenção sob a capa de defender a verdade! Que perda para aqueles que dão ouvidos a esse engano engenhosamente projetado!

Esse irmão dissidente obviamente se extraviou da compreensão básica de nossa posição na restauração do Senhor. Argumentando que o ministério não pode falar para todo o Corpo, ele nega a visão intrínseca de nossa posição como a expressão apropriada do Corpo. As igrejas locais permanecem na base da genuína unidade do Corpo de Cristo. Sua declaração é que eles são as muitas manifestações locais práticas do único Corpo místico universal de Cristo. Igualmente, o ministério entre nós é um ministério levado a cabo no princípio do Corpo, para e por meio de todo o Corpo de Cristo, incluindo todas as igrejas locais. Escrever que o falar daqueles que ministram entre nós é somente para aqueles que estão fisicamente presentes para ouvi-los é expor a própria falta ou perda de visão por parte do escritor.

A verdadeira intenção do dissidente é justificar o fato de que o grupo de obreiros ao qual ele se uniu afastou-se da comunhão comum dos cooperadores por todo o globo. Esses artigos do dissidente não são, como ele finge ser, uma tentativa de defender a verdade, mas parte de um esforço orquestrado para depreciar os cooperadores que buscam ser entremesclados, coordenados e limitados na comunhão do Corpo. Rejeitando o modelo dos irmãos Nee e Lee, que "sempre se comportaram, agiram e atuaram na restauração como um Corpo", os dissidentes estão livres para fazer "o que é certo aos seus próprios olhos" (Jz 21:25). Eles podem tomar seu próprio caminho sem respeitar a comunhão dos cooperadores ou do sentimento das outras igrejas no Corpo. Isso é em si um grande desvio do ensinamento e da comunhão dos apóstolos e do ministério neotestamentário e da prática de Watchman Nee e Witness Lee.


Notas:

1Outros exemplos do ministério do irmão Nee incluem:

  • The Collected Works of Watchman Nee, vol. 51, p. 64; e
  • The Collected Works of Watchman Nee, vol. 62, pp. 258, 270, e 275.

2Outros exemplos incluem:

  • The Elders Management of the Church, p. 12; e
  • The Spirit and the Body, pp. 184-185.

3Para a comunhão do irmão Lee sobre esse ponto, vide:

  • The Spirit and the Body, p. 189;
  • The Governing and Controlling Vision in the Bible, p. 30-32;
  • Life-study of Song of Songs, p. 59;
  • Treinamento de Presbíteros, Volume 4: A Prática da Restauração do Senhor, pp. 63-64; e
  • Treinamento de Presbíteros, Volume 7: Unanimidade para o Mover do Senhor, p. 100.
© 2006-2018 DCP. Todos os direitos reservados.
O DCP é um projeto que visa defender e confirmar o ministério neotestamentário de Watchman Nee e Witness Lee, e a prática das igrejas locais.
email