Tito 1:9 - Apegado à palavra fiel, a qual é segundo o ensinamento dos apóstolos, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo ensinamento saudável como para convencer os que se opõem. (RV)

"Minha Intenção ... Foi de Encorajá-los a Escrever" —
O que Witness Lee Realmente Quis Dizer?

Um irmão que se opôs publicamente contra a afirmação dos cooperadores sobre a comunhão do irmão Lee de que o ministério de publicações deve ser executado por um único serviço de literatura, baseia sua argumentação, em parte, na metade da frase de uma mensagem dada pelo irmão Lee em 1986. Sua descrição enganosa deturpação da comunhão do irmão Lee é uma terrível e desonesta distorção. O dissidente escreve:

Se "estamos restringidos a uma única publicação" porque no começo dos anos 80 o irmão Lee convocou uma "Conferência dos Escritores"? O irmão Lee lembrou mais tarde: "Minha intenção em convocar uma conferência de escritores foi para encorajá-los a escreverem algo..."

O irmão dissidente tirou essa citação parcial de uma frase da comunhão do irmão Lee como base para defender as diferentes obras de publicação, que soam trombetas diferentes no ministério por meio da publicação de ensinamentos diferentes. Isso é extremamente enganoso.

A citação se encontra em uma mensagem intitulada "Princípios Básicos para o Presbiterado e para o Treinamento de Tempo Integral" com o subtítulo "Ser Restritos em Uma Única Publicação". Ali o irmão Lee fez um forte apelo para todos os irmãos de frente entre os cooperadores e os presbíteros nas igrejas para retornarem à prática de serem restringidos a apenas uma publicação. Perto do fim daquela seção ele disse:

... Embora eu tenha escrito alguns livros na China, nunca ousei publicar nada por mim mesmo. Não gosto de ter outro som. O nosso som tem de ser um só, de modo que precisamos ser restritos a uma única publicação. A minha intenção em convocar uma conferência de escritores foi para encorajá-los a escreverem algo, mas não da forma que tem acontecido. Essa comunhão pode preservar-nos e proteger-nos de fazer coisas desregradamente. ( Treinamento de Presbíteros, Volume 8: A Vitalidade do Mover Atual do Senhor, p. 201) [ênfase adicionada; as palavras em itálico são as que foram citadas pelo irmão dissidente]

A palavra do irmão Lee foi um ajuste para os líderes nas igrejas para voltarem à prática histórica na restauração do Senhor de ser restringido a uma só obra de publicação. Mas esse irmão dissidente remove meia frase da palavra do irmão Lee sobre ser restringido a uma única publicação levando seus leitores a crerem que o irmão Lee estava endossando a prática de publicações independentes. Todo o encargo da comunhão do irmão Lee na porção dessa mensagem era exatamente o contrário.

Quando o irmão Lee disse: "Essa comunhão pode conservar-nos e proteger-nos de fazermos coisas desregradamente", ele está falando da sua comunhão para os irmãos serem restringidos a uma única publicação. A menção do irmão Lee de uma conferência de escritores não foi para encorajar os irmãos a executarem um trabalho de publicação independente, mas para lembrá-los dos problemas que tinham surgido, pelo fato de alguns terem tomado a oportunidade de expressar seus próprios ensinamentos de uma forma desregrada, sem comunhão e sem um cuidado adequado com respeito ao efeito disso sobre a unidade entre as igrejas.

A conferência de escritores foi convocada em maio de 1980; ao mesmo tempo as igrejas estavam iniciando o ato de difamação contra The Mindbenders e The God-Men. O encargo da conferência de escritores era que alguns deveriam levantar-se para escrever artigos a fim de defender e confirmar as verdades liberadas pelo ministério, contra aqueles que deturparam e se opuseram ao ensinamento na restauração do Senhor. O sentimento nunca foi encorajar os irmãos a levarem a cabo um trabalho separado e independente de publicação para expressar suas próprias exposições ou interpretações das verdades bíblicas. Uma das partes mais importante daquela conferência foi uma comunhão mútua e aberta concernente aos vários tipos de escritos necessários e os temas que deveriam ser definidos. A intenção do irmão Lee nunca foi que os irmãos tomassem a oportunidade de promover seus próprios ministérios, mas por causa da ambição desenfreada por parte de alguns irmãos, foi isso o que ocorreu. Sua palavra em 1986 foi um corretivo a esses irmãos. Seu encargo é claro e evidente na seguinte palavra que abriu essa seção da sua comunhão aos irmãos líderes:

Uma coisa que tem causado problemas à restauração do Senhor é o fato de termos diferentes publicações. Se quisermos levar a sério a restauração, precisamos evitar qualquer envolvimento em problemas. Quando estávamos na China Continental, somente o irmão Nee tinha uma publicação, e a Editora pertencia única e exclusivamente a ele. Ele me pediu que ajudasse na obra de publicação. Eu escrevi alguns livros, um dos quais era sobre a genealogia de Cristo, uma tradução de parte do livro de Pember: As Eras Mais Primitivas da Terra, e alguns livros sobre o reino dos céus. Nunca publiquei nada por iniciativa própria. Sempre encaminhava meu manuscrito à Editora, que estava sob os cuidados do irmão Nee e de seu auxiliar. Dependia do seu discernimento se o meu manuscrito devia ou não ser publicado. Eu gostava que meus escritos fossem conferidos para ver se continha alguma inexatidão na verdade. Escrever um livro que expõe o reino dos céus é um grande projeto. Gostava que meu material passasse pela verificação dele. Isso me ajudou e protegeu. O irmão Yu, que era oftalmologista, traduziu alguns dos livros místicos, mas não publicou nada. Tínhamos apenas uma publicação. Tudo era publicado por meio da Editora do irmão Nee, porque uma publicação corresponde realmente a tocar a trombeta. O som de nossa trombeta não está simplesmente na forma de mensagem verbal, mas muito mais na forma de publicação. ( Treinamento de Presbíteros, Volume 8: A Vitalidade do Mover Atual do Senhor, pp. 199-200)

Os pontos cruciais a seguir, nessa palavra são refletidos na comunhão dos cooperadores em A Obra de Publicação na Restauração do Senhor:

  • A prática histórica na restauração do Senhor é ter somente uma obra de publicação. No tempo do irmão Nee era na editora Gospel Room e o irmão Lee não sentiu nenhuma liberdade para levar a cabo a sua própria obra de publicação separada.
  • A prática do irmão Lee, que todos reconhecemos como um padrão para nós, era ter qualquer escrito feito por ele revisado por aqueles que estavam servindo na obra de publicação do irmão Nee.
  • A editora do irmão Nee era a única obra de publicação porque os irmãos reconheceram que diferentes sons da trombeta no ministério do Senhor criam problemas.

Esses pontos são baseados em um forte desejo de evitar confusão e divisão entre os santos na restauração do Senhor. Eles demonstraram um entendimento claro da unidade da restauração do Senhor e do Seu desejo de manter um testemunho da unidade do Corpo de Cristo.

Tal interesse não é evidente nos escritos do irmão dissidente. Ao invés de apresentar o encargo claramente expresso que foi apresentado na comunhão do irmão Lee, esse irmão dissidente optou por distorcer a palavra do irmão Lee por meio de uma edição seletiva a fim de apoiar seu próprio ponto de vista tendencioso. O irmão Lee concluiu seu falar sobre esse tema propondo aos irmãos líderes "fazerem alguns ajustes do presbitério" baseado nas orações deles e na consideração da sua comunhão para serem restringidos a somente uma publicação ( Treinamento de Presbíteros, Livro 8: A Vitalidade do Mover Atual do Senhor, p. 164). Usar um fragmento da sentença, fora do contexto, para justificar a própria pauta de alguém não é o ato de uma pessoa de princípios. Qualquer um que distorce dessa maneira as palavras dos irmãos que tomam a liderança no ministério entre nós, não merece confiança e não deve ser seguido.

© 2006-2018 DCP. Todos os direitos reservados.
O DCP é um projeto que visa defender e confirmar o ministério neotestamentário de Watchman Nee e Witness Lee, e a prática das igrejas locais.
email